quinta-feira, 1 de outubro de 2009

penhasco

Geralmente a gente fala o que quer e ouve o que não quer, não tive essa sorte porque não falei o que queria, ouvir é uma arte, saber escolher o que ouve também, mas hoje foi um sinal de que algo deve ser feito.

Hoje envelheci uns vinte anos de tanto bater a cabeça, fiquei sem chão sem rumo, sem controle..

Da última vez que fiquei nesse estado, muita coisa mudou na minha vida e claro, pra melhor!

Então nada de temer mudanças, as vezes é preciso esquecer o porto seguro... já deu o que tinha que dar!

Amanhã será um novo dia, um novo recomeço.

ps: tá parecendo fim de namoro... não é isso não hein, continuo com o Taka, logo logo completaremos 4 aninhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário