segunda-feira, 9 de março de 2009

Peixe Beijoqueiro

Sexta feira, passei de bobeira no pet shop aqui perto de casa, me apaixonei por um peixe: peixe zebra. Corri para o sótão de casa e lavei o aquário todo empoeirado e como não tem mais espaço pra nada no meu quarto, tive que abrir mão da TV.

Mas as coisas não são bem assim, voltei no pet shop e descobri que aquele peixe era agressivo e pensando bem, seria uma judiação deixá-lo em um aquário pequeno sabendo que ele poderia nadar livremente em um aquário maior e atingir seu tamanho máximo (30cm? não lembro qnto era), me aconselharam a esperar até sabado para ver os novos peixes que estão a caminho.

Ficamos sem energia em casa o dia todo e resolvi não me atentar olhando os peixes, já que não poderia trazê-los para morrer sem oxigênio (sem luz = sem bombinha = água sem oxigênio = peixe morto).

Resultado: ficou para domingão, fomos no aquário de itaquera. Me segurei para não levar um oscar pequenino, apenas R$ 2,80! (de novo, aquário pequeno, nada de peixe que cresce.. apesar de falarem que o peixe só cresce quando tem espaço pra isso, prefiro deixá-los para quem tem espaço!)

Depois de tanto olhar, acabei trazendo dois beijoqueiros, dois 'branquinhos' (não sei o nome da espécie) e três amarelinhos que podem ficar em aquário sem bombinha.

Achei tão engraçado, quando estavam no saquinho os peixes ficavam se encostando por conta do pouco espaço e os beijoqueiros com aqueles beicinhos avantajados pareciam aproveitar para beijar os novos companheiros!

Nenhum comentário:

Postar um comentário